Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

domingo, 1 de janeiro de 2017

Dica de Leitura #41

Ligeiramente Pecaminosos - Mary Balogh

Ligeiramente Pecaminosos é o quinto livro da série “Os Bedwyns” e conta a história de Alleyne Bedwyn e Rachel York.


LivroLigeiramente Pecaminosos
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro 
Nº de páginas: 272


A família Bedwyin acredita que lorde Alleyne não sobreviveu à batalha de Waterloo, em Bruxelas. No entanto, apesar de ter se ferido, o jovem Bedwyn está vivo, sem memória e sendo cuidado em um bordel, por uma moça tão bela que poderia até mesmo ser um anjo. A atração de Alleyne por Rachel é arrebatadora, mas ele não consegue vê-la como parte daquele lugar. 

Rachel York é uma jovem inteligente e bonita que após ser enganada por um falso clérigo, é acolhida por sua antiga ama que ganha a vida como prostituta. Apesar de todas terem perdidos suas economias e se verem diante da mesma situação, Rachel sente-se culpada por ter apresentado o clérigo, até então seu noivo, para suas amigas donas do bordel.

Além disso, Rachel se vê responsável pelo homem que encontrou ferido no campo de batalha quando, em uma atitude desesperada, estava em busca de pertences que pudessem lhe render algum dinheiro.

Adotando o nome de Jonathan, o Bedwyn passa a conhecer mais sobre as mulheres que o acolheram e sobre o roubo que sofreram, deixando-as sem as economias de toda uma vida. Agradecido pelos cuidados recebidos e sem lembrar nada de seu passado, Alleyne se dispõe a participar de uma farsa que pode ajudar as amigas a recuperar seu dinheiro, enquanto ele busca informações sobre sua identidade.

Rachel sabe que fingir que Alleyne é seu marido pode ser a solução para os seus problemas financeiros, no entanto, conseguir resistir a essa paixão poderá ser um problema ainda maior. 


Após acreditarmos que Alleyne está morto, devido aos acontecimentos do quarto volume da série, é reconfortante saber do destino deste Bedwyn e poder acompanhar sua jornada para tentar recuperar a memória e descobrir sua identidade.

A história não se limita à família Bedwyn, sendo possível acompanhar a resolução de conflitos familiares de Rachel. Além disso, como nos demais livros, podemos nos reencontrar com outros membros da família Bedwyn e saber um pouco mais sobre a vida dos mesmos.

Os diálogos são divertidos e as personagens participam ativamente da construção da história e dos desfechos da trama.

Uma ótima dica de leitura para quem adora um final feliz!

Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário