Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

domingo, 4 de outubro de 2015

Dica de Leitura #24

Ligeiramente Maliciosos - Mary Balogh

Ligeiramente Maliciosos é o segundo volume da série “Os Bedwyns” e conta a história de Judith Law e Rannulff Bedwyn.


Livro: Ligeiramente Maliciosos
Autora: Mary Balogh
Editora: Arqueiro 
Nº de páginas: 288

Rannulf é o herdeiro de Grandmaison Park, propriedade na qual a avó materna vive e a qual ela sonha ser o lugar em que o neto viverá com a família. Dessa forma, não poderia ser diferente: Lady Beamish quer apresentar uma noiva perfeita para Rannulf e, portanto, o convida a visitá-la.

Judith Law não escolheu seu destino, mas devido aos gastos excessivos de seu irmão mais velho e da modesta renda familiar, o pai decide enviá-la à Harewood Grange, a residência da tia, para ser a dama de companhia de sua avó.

Desde muito nova, Jude aprendeu que não era bonita e, no momento, sem perspectivas de casamento, segue conformada para sua sina. Contudo, quando sua diligência se envolve em um acidente, a viagem que era para ser tranquila, acaba por alterar o rumo da história da protagonista.

Após esta fatalidade surge Rannulf, disposto a ajudar, e claro, intrigado com a beleza da moça, se oferece para levá-la à próxima cidade para buscar auxílio. Criada por um rígido pastor, Jude vê a situação como a única e última oportunidade para viver uma grande aventura.

Entretanto, os dois jovens se apresentam com nomes falsos: Ralf Bedard e Claire Campbell. Logo percebem que não conseguirão esconder seus desejos, e assumindo o papel de uma atriz independente, Jude se entrega a uma noite de amor com o herói desconhecido.

Após a envolvente aventura, os dois se separam, acreditando – e lamentando -  o fato de que nunca mais se encontrariam. Contudo, já na casa da tia, Jude conhece, junto com os demais familiares, o pretendente da prima Julianne: o lorde Rannulf Bedwyn - para ela conhecido por Ralff Bedard.

A partir disso, é necessário assimilar as reais identidades e aceitar a realidade que se escancara: ela não é a experiente atriz que ele conheceu, assim como Rannulf não é o humilde jovem pelo qual Jude se interessou. Com o reconhecimento de ambas as partes, os dois precisam decidir como conduzir a situação: fingir que nunca se viram ou deixar-se levar pelos desejos reascendidos pelo reencontro?


Quando comparado ao primeiro livro, para mim, este segundo volume é muito mais envolvente. A história flui com facilidade e os personagens desenvolvem-se no decorrer do enredo, reconhecendo qualidades veladas e desejos até então desconhecidos.

Além disso, ao final do livro temos uma prévia do próximo volume da série, deixando o leitor instigado a conhecer mais uma história desta família: a de Freyja Bedwyn.


Aproveitem a dica e boa leitura!


Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário