Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

sexta-feira, 6 de março de 2015

Dica de leitura #18

Outlander - A Libélula no Âmbar




Outlander - A Libélula no Âmbar é o segundo de uma série de oito romances escritos por Diana Gabaldon*.


Livro: Outlander - A Libélula no Âmbar
Autora: Diana Gabaldon
Editora: Saída de Emergência
Nº de páginas: 944





Após 20 anos, a enfermeira Claire Randall, agora médica-chefe da equipe de um grande e importante hospital, retorna às Terras Altas da Escócia junto com sua filha Brianna Randall – uma jovem ruiva, alta e atraente.

Em Inverness, procuram Roger, filho do reverendo Wakefield – amigo de seu falecido marido Frank – para ajudá-la no que ela denominou “um pequeno projeto histórico”. Com uma lista em mãos, Claire quer descobrir quais dos homens, cujos nomes estavam gravados naquela folha, sobreviveram à Revolução Jacobita de 1745, mais especificamente na rebelião ocorrida no campo de batalha de Culloden.

Em meio às investigações para descobrir o que de fato ocorreu com os nomes da lista, eles se deparam com a lápide de James Alexander Malcolm Mackenzie Fraser, “Amado esposo de Claire”. A partir daí, a protagonista revela à Roger e a filha o real motivo de sua pesquisa e, por consequência, a verdadeira identidade do pai de Brianna.

Após a revelação, Claire começa a relatar os acontecimentos que ocorreram desde que ela e Jamie partiram para Paris no intuito de evitar que Charles Stuart tentasse retomar o trono escocês. Se fosse possível alterar os rumos da história, o jovem casal  salvaria a vida de milhares de homens que morreriam na sangrenta batalha de Culloden.

Portanto, Claire – que está grávida – e Jamie, com a ajuda de um primo, se estabelecem na França e passam a fazer amizades e planos para obterem êxito em sua ambiciosa missão, que pode alterar o destino de milhares de pessoas – para o bem ou até mesmo para o mal. E a pergunta que se mantém ao longo do livro é: Será mesmo possível mudar o futuro? 


Após ler o primeiro livro da série Outlander, fiquei ansiosa para dar início a próxima leitura e conferir o que aconteceu com o casal Claire e Jamie. No entanto, Diana Gabaldon jogou um banho de água fria em minha expectativa de saber sobre o destino dos dois e aguçou ainda mais minha curiosidade, pois o início do livro, como supracitado, mostra Claire e sua filha Brianna em Inverness em 1968, mas nada é dito sobre Jamie.

Superada essa curiosidade inicial, a autora, aos poucos – e muitas vezes, aos poucos, mesmo! – vai apresentando os acontecimentos que levaram Claire à retornar à Escócia após tanto tempo longe.

Este livro é mais extenso que o primeiro e por mais que eu tenha gostado da leitura, muitas vezes tive vontade de ‘pular alguns trechos’, pelo excesso de descrição da autora. Gosto quando há essa preocupação em fazer com que o leitor possa visualizar claramente as cenas e os ambientes em que os personagens da narrativa se encontram, mas acredito que nesse caso, Diana pecou um pouco pelo excesso. Mesmo com essa ressalva, o livro prende a atenção e nos faz ficar na expectativa do que está por vir a cada virar de página.

Além disso, Diana termina o livro com mais revelações e mistérios, fazendo com que o leitor não veja a hora de ter em mãos o próximo exemplar dessa série maravilhosa!




* Livros da série:

A Viajante do Tempo – Livro I
A Libélula no Âmbar – Livro II 
O Resgate no Mar – Livro III
Os Tambores de Outono – Livro IV
A Cruz de Fogo – Livro V 
Um Sopro de Neve e Cinzas – Livro VI
Ecos do Futuro – Livro VII

Written in My Own Heart’s Blood – Livro VIII

Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário