Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Dica de Leitura #16

Dançando sobre cacos de vidro - Ka Hancock

Livro: Dançando sobre cacos de vidros
Autora: Ka Hancock
Editora: Arqueiro
Nº de páginas: 336

Lucy é a mais nova de três irmãs e conheceu a morte muito cedo, aos 5 anos, quando ela veio buscar seu pai. Aos 17 anos, as duas se encontraram novamente quando ela veio por sua mãe, vítima de um câncer de mama. Com um histórico familiar nada promissor em relação a este tipo de câncer, as três irmãs – Priss, Lily e Lucy –, realizam consultas de checagem constantemente, no anseio de não encontrar nada de errado.

Em seu aniversário de 21 anos, Lucy Houston conhece Mickey Chandler. Ele, dono da casa de shows onde a festa era realizada, não sabia explicar o que aconteceu naquela noite e como aquela garota prendeu sua atenção. Ela, a aniversariante, aproveitou a ousadia da data e beijou aquele anfitrião no palco, enquanto ele fazia seu show de comédia e a parabenizava.

Como Lucy havia presumido, Mickey não era um homem comum, mas não desconfiava que ele sofria de um grave transtorno bipolar. Portanto, embora estivesse ansioso para ligar para a garota que o surpreendera, não o fez, pois sabia que aquela relação não duraria após sua primeira crise.

Entretanto, seus destinos voltam a se cruzar e contra toda a lógica que qualquer um – até mesmo eles – poderia tentar usar para separá-los, os dois decidem se arriscar nessa relação.

Após algum tempo casada, Lucy descobre um câncer de mama e trava uma batalha acirrada com a doença, vencendo-a. No entanto, por sofrerem de doenças genéticas graves, o casal decide acrescentar mais um tópico na lista de regras que fizeram – anos antes – para que o casamento desse certo: NÃO TERÃO NENHUM FILHO! – e por isso, Lucy decide fazer uma laqueadura.

Porém, quando completam 11 anos de casados, são surpreendidos por uma notícia totalmente inesperada: Lucy está grávida! E mesmo que não entendam como e por que isso aconteceu, precisam lidar com este milagre que vai mudar suas vidas e provar que embora o amor não cure tudo, ele é indispensável para superar os momentos difíceis de qualquer relação.


Não sei dizer com clareza como me senti lendo esse livro. Dançando sobre cacos de vidros é escrito com uma linguagem simples, mas não se enganem, de modo algum simplista. É denso e faz os olhos encherem de lágrimas involuntariamente.

Ele apresenta a força do amor em várias de suas faces: amor familiar, romântico e maternal e é impossível terminar a leitura sem ter sido tocado por algum acontecimento ou uma frase específica deste livro.

O que achei mais engraçado nisso tudo é que a autora é bastante realista na condução da história e a ilusão e a esperança ficam a cargo do leitor. Além disso, a forma como a ‘morte’ é relatada, também é um ponto de destaque. Me lembrou “A Menina que Roubava Livros” – um dos meus livros favoritos – e traz uma visão mais amena para este fato da vida.

Uma ótima dica para quem gosta de grandes lições e não tem medo de deixar algumas lágrimas rolar!

Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário