Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

sexta-feira, 30 de março de 2012

Dica de Leitura #8


Confie em Mim - Harlan Coben


Livro: Confie em mim
Autor: Harlan Coben
Editora: Arqueiro
Número de Páginas: 317

Confie em Mim é de autoria de Harlan Coben, que é conhecido pelos seus livros com temáticas de mistério e cheio de reviravoltas. Nesta obra, o autor não deixa a desejar quanto a isso, pois há muito suspense e a curiosidade do leitor aumenta a cada página virada.

Confie em Mim é dividido em 40 capítulos e as várias histórias apresentadas se alternam, fazendo com que, algumas vezes, a divisão dos capítulos pareça, a princípio, sem sentido e sem nenhuma ligação específica. Na verdade, tal divisão evidencia a perspicácia do autor ao conseguir manter a atenção do leitor, bem como a coesão dos fatos.

O livro não é apenas uma história específica, pois apresenta vários acontecimentos, que de uma forma ou de outra se cruzam e influenciam a vida de muitas pessoas que pareciam não ter relação alguma com tal fato.



Algumas considerações sobre os vários cenários e histórias do livro:

× Baye é uma família com um filho adolescente que, além de ter perdido seu melhor amigo – que cometeu suicídio , mudou seu comportamento drasticamente. Os pais preocupados decidem monitorar o computador do filho e se deparam com uma mensagem que deixa dúvidas sobre as reais circunstâncias do suicídio do adolescente. O casal, Mike e Tia, tem ainda uma filha mais nova que está sempre atenta aos acontecimentos familiares, embora eles sejam, muitas vezes, escondidos dela.

× A família Hill sofre com a perda do filho adolescente. Betsy Hill sente-se culpada pelo suicídio do filho e não consegue superar essa perda, enquanto Ron seu marido  apesar de sofrer muito  acha que os dois devem seguir em frente. Enquanto buscava consolo olhando fotos de um memorial feito ao seu filho na internet, Betsy se depara com uma foto que parece evidenciar que Spencer não estava sozinho na noite em que se suicidou, diferentemente do que seus amigos relataram à polícia.

× Há também um assassino que, com a ajuda de sua cúmplice, mata duas mulheres. Ele comete esses crimes em nome de sua falecida esposa, mas, aparentemente, sem nenhuma outra justificativa. Aqui, vale ressaltar a forma fantástica que Harlan Coben destaca o psicológico abalado desse personagem, como sua maneira de agir é fria e sem nenhum remorso sobre suas ações brutais.

× Loren Muse é uma chefe de investigação que sofre preconceitos de gênero em sua profissão e que investiga o assassinato das duas mulheres. Estas duas, a princípio pareciam não ter relação alguma, mas após investigações, descobrem que eram amigas, o que deixa os dois casos ainda mais curiosos.

× Há também a família Novak. Esta, por sua vez, é composta por Yasmin e seu pai, Guy Novak, que foi abandonado pela mulher que o traía. Guy cuida da filha praticamente sozinho, pois a ex-mulher aparece esporadicamente para visitá-los. Yasmim, amiga de Jill Baye, era uma menina alegre e bastante sociável até que seu professor, Senhor Lewiston, em um momento de descontrole, a humilha na frente dos colegas zombando dos pêlos na face de Yasmin, que passa a ser motivo de chacota por conta disso.

× A família Loriman, vizinha dos Baye, vive um drama com seu filho Lucas que precisa urgentemente de um doador de rim compatível, o que traz à tona segredos nunca então revelados e que se descobertos podem abalar a base da família.

× Há ainda vários outros personagens – não citados nesta resenha – que mesmo sendo apenas secundários acabam influenciando direta ou indiretamente o rumo de toda a história. 

O final é fantástico, pois todos os ciclos se fecham, todas as histórias se explicam e todas as lacunas são preenchidas de forma surpreendente.




Está aí um livro que realmente me surpreendeu. Devido às opiniões que havia lido sobre a obra e sobre o autor, já esperava que o livro fosse muito bom e que a leitura fosse emocionante, mas preciso dizer que ele superou totalmente minhas expectativas – que já eram altas.

O livro traz à tona assuntos e questões referentes à relacionamentos familiares, à amizade, à vida de casado, sobre amor, segredos, mentiras, e claro, confiança, nos fazendo pensar em como determinados acontecimentos podem ser determinantes para mudar a vida de muitas pessoas e como nossos atos podem influenciar vários ‘destinos’ sem que tenhamos consciência disso.

Fui surpreendida com uma leitura cheia de mistérios e que faz com que sintamos empatia por muitos personagens, ficando quase impossível ao leitor manter-se apartado emocionalmente da história, pois de alguma forma ou de outra, um dos dramas do livro, ou simplesmente uma frase que nos faz refletir, tocará o leitor em algum ponto de sua subjetividade.

É o primeiro livro do autor que leio e realmente me agradou. Recomendo a todos que gostam de livros com muito mistério, reviravoltas e que a cada página trazem algo novo que desperta a curiosidade e convida à reflexão.

Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário