Importante!

Este blog foi feito para compartilhar frases e textos, proporcionar alguns sorrisos e quem sabe dar pitadas de emoção à vida de quem o ler.

sexta-feira, 16 de dezembro de 2011

Parabéns Jane Austen

Jane Austen, 16 de dezembro de 1775


P A R A B É N S   J A N E   A U S T E N




Hoje é aniversário da maravilhosa autora Jane Austen e decidi falar brevemente como conheci e, não por acaso, me apaixonei pelas obras dela.

Minha amiga Dani e eu sempre nos indicamos livros, embora algumas vezes não acatemos a indicação uma da outra, por falta de interesse ou de tempo. Há alguns anos atrás minha amiga me indicou Orgulho e Preconceito - livro que ela havia emprestado da biblioteca do colégio onde estudávamos - e a princípio não me interessei muito por ele, pois haviam outros no topo da minha lista e que eu gostaria de ler. Como a dona Daniele me conhece muito bem e sabia que eu amaria o livro, decidiu que deveríamos assistir ao filme. Acho que estava tudo planejado em sua mente, pois ela sabia que depois de ver o filme eu correria ler o livro, e claro, foi isso mesmo que aconteceu. Assisti ao filme e já me apaixonei pela história, mas como tenho minha teoria particular que mesmo que o filme seja maravilhoso, o livro sempre irá superá-lo, decidi ler Orgulho e Preconceito e assim concretizei minha admiração pela autora. Depois disso passei a indicar o livro para todos que me pediam dicas de leitura e assisti ao filme novamente incontáveis vezes. Só algum tempo mais tarde li outras obras da autora e ainda faltam algumas para ler, entretanto, já posso afirmar que Jane Austen está com toda certeza entre as minhas autoras preferidas. Admiro a forma como ela conseguiu escrever sobre a realidade da sua época e me surpreendo muitas vezes sobre como suas obras podem falar ainda de coisas tão atuais. Dizem que por mais livros que você leia da Jane, geralmente o primeiro que você tem contato será sempre o seu preferido. Se isso é verdade ou não, não sei dizer e nem posso afirmar, mas para mim Orgulho e Preconceito tem mesmo um significado especial. Talvez a frase do Carlos Ruiz Záfon possa explicar isso:

Poucas coisas marcam tanto um leitor como o primeiro livro que realmente abre caminho ao seu coração. As primeiras imagens, o eco dessas palavras que pensamos ter deixado para trás, nos acompanham por toda a vida e esculpem um palácio em nossa memória ao qual mais cedo ou mais tarde - não importa os livros que leiamos, os mundos que descubramos, o quanto aprendamos ou nos esqueçamos - iremos retornar.

(A Sombra do Vento - Carlos Ruiz Zafón - pág. 11)


Acho que Orgulho e Preconceito é um dos livros que realmente abriram o caminho do meu coração para a leitura, e, mais que isso, me fez admirar Jane Austen.


Que as obras desta maravilhosa autora continuem encantando leitores pelo mundo todo!


Elis C.

Nenhum comentário:

Postar um comentário